Allergo
AGENDE SUA CONSULTA (44) 3622-6393

Artigos

Confira dicas de viagem para quem tem problemas respiratórios 02 de janeiro de 2018

Tosses, espirros, irritações? Ninguém merece conviver com esses sintomas no dia a dia durante o ano inteiro. Quando chegam as férias, vem a vontade de descansar e passar dias tranquilos. Um pouco de planejamento pode ser útil para prevenir que os sintomas da alergia atrapalhem a sua viagem.

Malas prontas? O melhor destino para você embarcar são lugares quentes, ou seja, com altas temperaturas predominando. Cidades com praia são excelentes opções para quem é alérgico, mas é bom pesquisar antes direitinho para não viajar para algum lugar sem serviço médico disponível.

A explicação para os dias mais quentes serem considerados tranquilos para quem tem problemas respiratórios é simples. "Provavelmente isso ocorre porque as pessoas passam a maior parte do tempo ao ar livre, o que é excelente para melhorar a alergia. No Brasil, o verão é a época mais tranquila", afirma a alergista Érica Azevedo da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai). 
 
Escolhido o destino, algumas recomendações precisam ser seguidas. Quanto à hospedagem, por exemplo, é importante fazer uma avaliação das condições do local definido para os dias de descanso.

"É bom ver se há cheiro de mofo ou mofo nas paredes do hotel, se há infiltrações, se o cômodo é acarpetado. Se o quarto não estiver em boas condições, é melhor pedir uma troca ou até mesmo optar por outro hotel", orienta dra. Érica.

Se tudo estiver em ordem, uma ótima ideia para quem tem alergia é aproveitar os passeios a céu aberto. No entanto, a orientação é a mesma para todas as pessoas: não esquecer a aplicação do protetor solar e repelentes contra mosquitos.

Como se preparar para uma viagem

Pesquisa sobre o local de destino: ao escolher o local de destino, procure saber as condições de clima, tipo de hospedagem e hábitos do local. Informe-se também se seu seguro saúde oferece atendimento nesse local no caso de uma situação de emergência.

Mantenha o uso da medicação preventiva: calcule a quantidade certa para o período da viagem. Evite uma surpresa desagradável caso o remédio acabe e não o encontre nas farmácias locais.

Leve a medicação aliviadora orientada pelo seu alergista: peça a ele que o oriente sobre como agir no caso de ter uma crise.

Higienize o carro: se for viajar de carro, ao fazer a revisão, aproveite para uma boa limpeza e higiene dos carpetes, estofados e ar condicionado do veículo. O tempo passado dentro do automóvel costuma ser longo. 

Evite situações de risco: se é alérgico a alimentos, informe-se sobre os ingredientes das refeições que fizer. Se for alérgico à picada de abelhas, pense duas vezes antes de se embrenhar dentro do mato e se for fazê-lo siga a recomendação do seu médico.

Texto adaptação: https://cuidadospelavida.com.br/saude-e-tratamento/asma-e-bronquite/ferias-dicas-viagem-problemas-respiratorios

http://blogdalergia.blogspot.com.br/2010/01/alergia-nao-tira-ferias-mas-nao-pode.html





Avenida Rio Branco - 4332 - 87501-130 - Umuarama/PR - (44) 3622-6393
Facebook


Prestige